segunda-feira, dezembro 20, 2004

Problemas com o português

Estou a lembra-me desta por causa do "polish" que já foi mencionado aqui no blog. Os problemas quando estrangeiros têm problemas com a fonética tuga :)

Ora uma polaca muito simpática que conheci no sábado achou muito estranho quando foi a um restaurante e pediu um "Baekálheáu à brreóx" e o empregado ficou muito espantado a olhar para ela.

9 comentários:

RedScout disse...

Só assim por acaso, talvez seja a mesma polaca do "polish my shoes" ;)

RJT disse...

Estes problemas fonéticos acontecem em todas as línguas. Um dia destes, estava eu a falar com um jordano e a falar das palavras portuguesas com origem árabe, e surgiu o exemplo de alface. Acontece que alface em árabe não é "alface", é "alrrace" (o som não é exactamente o r carregado, mas é parecido). "Alface" quer dizer peido. Daqui foi fácil chegar à conclusão que Lisboa é o cu de Portugal e os seus cidadãos peidinhos.
Confirmas Alvim?

HeroOfTheDay disse...

Lol, lembro-me desse momento! E também foi um espectáculo eu e o Tope a tentar explicar porque é que a expressão era duplamente imboa. Lembro-me de termos mencionado o nome "Quim Barreiros" para além, obviamente, dos adornos homónimos do acto sexual de que uma das minhas prendas de anos fala extensivamente.

Isto faz-me pensar (e vocês sabem o que isso significa). Em que sentido foi a palavra broche usada primeiro? Será que é o adorno que deve o nome ao acto sexual ou o acto sexual que deve o nome ao adorno?
O certo é que, qualquer que seja a resposta, estamos em presença de duas coisas que não me agrada que sejam referidas juntamente.

Mais duas perguntas lixadas:

- Quem associou isto aos mails do RedScout?

- Quem associou isto a um determinado rei britânico e à actuação do Robin Williams na Broadway, ou sabe sequer do que eu estou a falar?

It's a funny old world...

RJLouro disse...

Experimentem dizer o nome Fernando Pessa em Inglês.

RedScout disse...

Quem associou isto aos mails do RedScout?
Não sei se é por ser de manhã mas... não percebi...

HeroOfTheDay disse...

Se bem me lembro, o Loureiro percebe bem o que eu estou a dizer relativamente à actuação do Robin Williams na Broadway. E está relacionado com alguns mails recentes que o RedScout enviou para a malta e que deixaram o TRAlves deveras chocado...
Se digo mais alguma coisa, digo tudo! Ponham lá a cabeça a funcionar!

TRAlves disse...

Porra para ti ó HeroOfTheDay!
Parece que falas tudo por enigmas. Cada frase tua é um quebra-cabeças.
Acho que vou desistir de tentar perceber-te.
É que estás a relacionar coisas que só na tua mente podem encontrar elos de ligação. A coisa da Broadway é o Loureiro que sabe. A cena do mail, eu (infelizmente, porque me deixou deveras chocado) e mais alguns conhecemos.

RedScout disse...

Aqueles mails de piercings?

HeroOfTheDay disse...

Sim! Vá, eu explico.

Broche: espécie de fivela de metal ou de pedraria, provida de alfinete, que as mulheres usam como jóia, para prender peças de vestuário;

Os mails do RedScout eram sobre piercings genitais.
A actuação do Robin Williams (actor de Hollywood que participou em "O Clube dos Poetas Mortos" e em "O Bom Rebelde", e não o cantor de "Let Me Entertain You" ou "Angels", que inclusivé se escreve de outra maneira) na Broadway, a dada altura versa sobre algo designado por "Prince Albert", que não é mais do que um piercing genital (vejam aqui. É interessante e chocante. Sim, contém fotos.).

Ora, uma vez que broche remete simultaneamente para genitais e alfinetes, associei tudo. É assim tão estranho?