quinta-feira, dezembro 09, 2004

Sorte Nula

O principal objectivo deste post é sugerir-te que faças uma visita ao site do novo filme português Sorte Nula e que dês uma vista de olhos pelos quatro clips que lá estão. Para te aguçar a curiosidade aviso já que nesses clips podes encontrar Rui Unas, Bruno Nogueira ou Pedro Tochas. A não perder!

Já que falo de cinema (e como convém que haja alguma piada no post) aqui vai uma piada que não tem nada a ver mas que sempre podem contar as vossas amigas que não possuam grandes atributos, se é que me entendem:

Eh pá! Sei uma piada tão gira que até te vão cair as mamas! Oh... Que pena... Tou a ver que já a conheces...

12 comentários:

HeroOfTheDay disse...

Hmm, parece que acabou de surgir um novo conceito: A frase de corte seca.
Nos círculos mais conceituados, este surgimento não se oferece como surpreendente e foi inclusivé possível obter a seguinte declaração do porta-voz da APCS (Associação Para as Cenas Secas): "Bom, isto é apenas mais um capítulo no mundo da baixa humidade, que surge naturalmente no seguimento do aparecimento da frase de engate seca (ou, na terminologia tugo-secónica, o piropo seco)."

TRAlves disse...

Quanto à piada de corte seca, devo dizer que tenho, ao longo da minha caminhada de desidratação, experimentado algumas, e vou contar a mais flagrante:

Eu para ela:
- Olha, não te conheço de lado nenhum?
Ela:
- Hum.... não.
Eu:
- Ainda bem!
E bazo...
Não tentem isto em casa. Esta experiência foi realizada por profisionais e em ambiente controlado.

TRAlves disse...

Já agora este episódio foi um corte seco, mas com o objectivo de se tornar uma frase engate seca, já que depois fui pedir desculpa e tivemos uma conversa que poderia ter sido o início de uma bela amizade se eu tivesse outra personalidade.

Já agora quero frizar a diferença de nível cultural e linguístico que existe entre um "corte seco" e um piropo... Não posso concordar que coloquem as duas coisas no mesmo balde.

HeroOfTheDay disse...

Lê o meu comentário outra vez. Se continuares a achar que eu comparei uma frase de corte seca a um piropo seco, explana convenientemente a tua argumentação defensora de tal ideia.
O que eu fiz, acho eu, foi comparar a frase de engate seca ao piropo seco.

Para finalizar, quero afirmar que está escuro lá fora.

TRAlves disse...

Peço desculpa pela interpretação descuidada que fiz do teu comentário, que levou a que todo o meu racionício de contra-argumentação falhasse logo na primeira permissa exposta.
Sendo assim, e após uma análise mais profunda toda a linha de conteúdos, devo dizer que não tenho hipótese senão concordar plenamente com o estimadíssimo colega HeroOfTheDay.

RedScout disse...

Antigamente, uma mulher passava junto a uma obra e ouvia sempre uns piropos. Hoje em dia isso ainda se passa mas com a diferença que elas já não entendem nada, uma vez que as frases são ditas em crioulo, russo ou ucraniano...

Fode-me já se eu estiver errado... mas tu queres saltar-me para cima não queres?

RJT disse...

RedScout, pelo sucesso que tiveste com o Sérgio, acho q esse piropo até resulta...

RedScout disse...

Alto lá! Eu tava a contá-lo a ti, a ele e à Mónica! Não estava a testá-lo! Nada de confusões!

RJT disse...

A gente reparou na maneira como tu olhaste para ele quando estavas a contar...

RedScout disse...

Nem te vou perguntar como é que reparaste assim tão bem no meu olhar...
Voltando ao que interessa, já alguém viu o Pedro Tochas a apresentar alguns (3) dos cenários do filme? O rap do Rui Unas? A coreografia do Rui Unas e do Bruno Nogueira? Estes mesmos Rui Unas e Bruno Nogueira a improvisar a sirene do jipe da GNR?

TRAlves disse...

Eu já. Teve alguma piada... gostei principalmente do Tochas com o taco de basebol: "Olha outro taco!"

RedScout disse...

Coça, coça, coça a tomatada, coça