segunda-feira, dezembro 20, 2004

TRAlves, esse génio do improviso

Tiago, desculpa estar a revelar estes dois episódios da tua vida, mas eles até já são conhecidos da maioria das pessoas aqui do blog.

Episódio I
Cenário: Bar da CSW
Situação: Alguém (não tenho a certeza quem mas também não interessa para o caso) comia uma maçã. O TRAlves vira-se pra ele e diz "Espera, espera" e desaparece. Volta uns segundos depois com uma pinha (não me perguntem onde foi desencantá-la), coloca ao pé da maçã e diz: "Pineapple!"

Episódio II
Cenário: Restaurante Chiado
Situação: O Sacra apresentava a sua amiga polaca ao TRAlves: "She's polish". O nosso génio do improviso responde prontamente "Oh, I need to polish my shoes!"

7 comentários:

RJT disse...

Quem estava a comer a maçã era o Alexis e a pinha vinha do bonzai de Natal.
Achei importante esclarecer estes pormenores.

RedScout disse...

Por acaso até tinha ideia que quem comia a maçã era o Costa...

RJT disse...

Por acaso agora que falas nisso acho que tens razão. Aliás, tens mesmo razão. Agora que falas nisso, lembro-me da cara dele quando assistiu a esse momento. Foi um daqueles momentos mágicos que fazem a vida valer a pena.

TRAlves disse...

Mas olha que eu senti-me frustrado quando disse a do pinapple, mas depois de pensar um bocadinho fiquei contente.
Quando eu fiz essa piada ninguém se riu e até acho que houve pessoal que me queria bater. Só depois lembrei-me que nem a todos é dada a graça de compreender o humor seco, e fiquei feliz.

Quanto à do polish, eu fiquei admirado por nunca ninguém ter-lhe feito essa piada porque me parecia óbvia! Polish... hello! Já a tinha tentado fazer a um polaco bastante volumoso que trabalha aqui na empresa e ele ia-me batendo (acontece-me bastante as pessoas quase me baterem). Só voltei a dizer essa piada porque era a uma rapariga e elas não aleijam tanto.

TRAlves disse...

Já agora, RedScout, eu perdoo-te por me teres elogiado, apesar de que acho não mereço o título de "génio"... acho que o Einstein ficaria mais contente se deixasses não abandalhasses essa categoria e me chamasses de "mais ou menos". Acho que era mais apropriado.

RedScout disse...

Permite-me que discorde. Acho até que devias mudar de nome para Eugénio. Assim, quando alguém te pergunta-se como te chamavas, só tinas que responder:
- Eu? Génio!

RJLouro disse...

A do polish é tão básica e óbvia que é por isso que ninguém se lembrou de a afirmar! A não ser, obviamente, o senhor do urinol.