segunda-feira, março 07, 2005

Voando sobre um ninho de cucos

Qual é o pássaro hipocondríaco?
É o Condor!

10 comentários:

TRAlves disse...

Ouch! Essa doeu!

RedScout disse...

Excelente post e oportuníssimo comentário.
If I could make a comment like that...

RJLouro disse...

muito, muito boa!

Quase tão boa como esta:

- Louro, não há finos, só mini's. Queres uma?
- Epá, preferia uma Margarida...

RJT disse...

Confesso que tive que pedir ajuda para perceber essa...

Já agora, antes que venha aqui alguém refilar por estar eu a receber algum crédito por este post, esta piada foi-me transmitida pela nossa ciberpita preferida, lagrymapreta, que por sua vez a ouviu algures na faculdade de medicina.

Sofia Bento disse...

A minha primeira reacção a esta piada seca foi a típica reacção: sorriso amarelado. Achei francamente engraçada. Mas agora que já dormi sobre a questão e tal, urge dar conta desta dúvida que me surgiu no espírito ou no cérebro (não tenho bem a certeza) sobre esta matéria.
Parece-me que a hipocondria é uma característica inerente de quem acha, pensa, acredita estar sempre doente ou ter muitas doenças, sem que isso se traduza em realidade.
Neste caso, o bicho parece ter dor, pelo que talvez fosse mais correcto designá-lo, não como o pássaro hipocondríaco, mas como o pássaro doente ou algo do género.

TRAlves disse...

Existem muitas coisas que não fazem sentido neste mundo. Dissecar uma anedota, apesar de soae como uma tarefa que contribui positivamente para a desidratação da mesma, por vezes acaba por a estragar. A piada seca bate sempre de uma taulada só. Creio que não adianta pensar muito nela. Ontem um doutor especializado em outra coisa que não a piada seca insurgiu-se com o mesmo tipo de retórica e eu estive para dizer isto mesmo. Mas não disse.

Em todo o caso esta piada faz todo o sentido. Eu conhecia este condor pessoalmente e acreditem que ele é mesmo hipcondríaco. Apresenta-se sempre como o mais sofredor dos animais: "Eu sou O com dor."
Ele anda sempre com vários medicamentos todos de extra-forte para cima. Como diria o Seinfield, medicamentos do tipo: "find what kills me, and back up a little".
No outro dia disse-me:
- Epá sinto-me mal do estômago. Devo ter comido alguma coisa estragada.
Eu disse-lhe:
- Isso é normal. És um necrófago. Só comes coisas estragadas.
Ele foi ao hospital e pediu um clister extra-forte porque, segundo ele, "mal não pode fazer".

Gabriel_MM disse...

Eu sempre desconfiei de quem se desloca a algum sitio para pedir um clister, e o aceita sem estar preso, ameaçado com uma faca ou anestesiado. Quase me atrevia a dizer que o passaruco em questão não era hipocondriaco, mas sim homo... digo, "passarósexual". Mas não quero que me acusem de ser homofóbico... passarofóbico... sei lá, qualquer coisa má de nick semelhante.

RJLouro disse...

Epá, um condor que pede um clister de livre vontade não é um condor mas sim uma gayvota!

Gabriel_MM disse...

A piada é sequíssima. Ahahahah...
Será que a gayvota é hipocondríaca?
Como será uma gayvota hipocondríaca, a queixar-se mas com aqueles tiques todos... eheheheh. Uma bela imagem para refletirmos todos. Ou não...

RedScout disse...

Isto é para quem não percebeu a do If I could...