terça-feira, março 08, 2005

Humor negro

Isto não é uma piada seca, nunca foi uma piada seca e nunca será uma piada seca. É, no entanto uma piada de muito mau gosto...

O Quim, o Zé e o Tone estavam a trabalhar nas obras. O Quim caiu do 15º andar e morreu. Enquanto o Delegado de Saúde estava a examinar o corpo, o Zé disse:
- Alguém devia ir dizer à mulher dele...
Ao que o Tone respondeu:
- Eu sou bastante bom com essas coisas, eu vou.
Passada uma hora, o Tone estava de volta com uma grade de cerveja.
- Onde arranjaste isso?
- Foi a viúva do Quim que me deu.
- Como? Tu dizes-lhe que o marido morreu e ela dá-te uma grade de cerveja?
- Não foi bem assim. Quando ela abriu a porta, eu disse "você deve ser a viúva do Quim". Ela respondeu "não, eu não sou viúva" e eu disse "quer apostar uma grade de cerveja?"

4 comentários:

RJLouro disse...

... e depois acordou com uma dor de cu do caraças.. e isto tudo porque era sagres!


(para quem nao percebeu, ver anedota das grades de cerveja e do sem abrigo)

Gabriel_MM disse...

Eu gostei bastante da piada. Não era seca, sem dúvida (basta pensar nas carpideiras, no choro da viúva, no sangue do Quim que molhou tudo em redor, ou na própria cerveja), mas era muito imboa. O que eu gostei mais foi da sua riqueza antropológica. Os nativos dessas regiões exóticas (as obras), onde eu já passei férias inúmeros verões da minha adolescência, usam de facto esse "universo linguístico". "Apostas uma grade de cerveja" foi uma expressão que ouvi pelo menos 4 vezes por dia.

RJT disse...

Ainda que mal pergunte, ver onde?

RJLouro disse...

epá, pensei que todos conhecessem.. não é seca, daí que prefiro não sujar o espaço com tal piada.