quarta-feira, fevereiro 02, 2005

A Pirâmide da Iluminação

A propósito de um comentário (anónimo) de hoje, venho por este meio expor a minha teoria sobre a Pirâmide da Iluminação, aplicada neste caso ao humor. Antes de mais, queria esclarecer que este blog está no topo da pirâmide. No entanto, fica aberta a possibilidade da existência de um nível de iluminação mais elevado, mas ainda não atingido por mim.

Em que consiste então esta teoria? Pois bem, é muito simples. A iluminação não é uma variável booleana. Uma pessoa pode ser muito iluminada, moderadamente iluminada, iluminada assim-assim, nada iluminada, etc. A distribuição das pessoas pelos graus de Iluminação tem a forma de pirâmide: uma base larga dos nada-ou-muito-poucochinho iluminados, até um pico de Iluminação apenas atingido por alguns indivíduos de quem Deus gosta particularmente.

Hoje, um anónimo disse:
“Epa... Humor seco é algo que não existe.... Uma piada seca é dita por alguém que não sabe o que é humor... Tenho pena de ti, herói...
Um gajo lê 2 posts deste blog e fica logo deprimido... Epah, mas parvo sou eu por estar aqui a perder tempo a comentar...”


Afirmações como a anterior são típicas de um nível de Iluminação que eu gosto de designar por elitista: sim, ele sabe o que é bom humor, mas não sabe apreciar o mau humor. E isso, para mim, é tão mau como perceber só o mau humor. Anónimo, se estás a ler isto, espero que um dia atinjas a verdadeira Iluminação e, aí sim, percebas o que é o humor. Quem sabe, talvez um dia consigas apreciar tanto a piada mais batida dos Batanetes como o mais esquisito dos sketches do Gato. Qual gato? O Gato. Mas qual gato? O Gato. Qual gátugato. Mas qualgá tugato.

P.S. Qual gato? O Gato.

11 comentários:

Ivo Jeremias disse...

Clap Clap Clap (3 salvas de palmas).
Já agora, focando o ponto de vista do Auto-Ban do Mestrado, tenho uma sugestão:

ao lado do link para postar um comentário seria colocado outro link, que levaria o visitante menos iluminado para um qualquer outro sítio humorístico de acesso inteligível mais fácil para o comum e pouco iluminado mortal.

TRAlves disse...

Boa teoria. Não concordo, no entanto, com o facto de este blog estar no topo (quem me dera...). Existem certos e determinados blogs e programas (como o do qualgá tugáto), já para não falar das finadas Pitonas da Montanha (com o seu circo de moscas).

Mas não há dúvida que o nosso nível de iluminação tem ofuscado muito boa gente.

RJT disse...

Caro TRAlves, estamos no topo em termos de iluminação, não em qualidade...

zarroba disse...

Um post tão iluminado só podia vir de uma mente tão iluminada.
E um comentário tão iluminado só podia vir de uma mente tão iluminada.
Este post fez-me lembrar um sketch do Gato. Por duas razões. Primeiro porque o Gato é referido no texto. Segundo, o tema da iluminação, e da falta dela.
Podemos dizer que as pessoas que admiram apenas o bom humor, estão na faixa do lusco-fusco do humor. Não são completamente iluminadas mas têm algum grau de iluminação.
Isto leva-nos à questão de qual o lusco fusco em que se situam. Será o da manhã ou o da tarde? Passo a explicar.
Se for o da manhã quer dizer que o indíviduo veio das trevas e está a percorrer o caminho em direcção à Luz. Pode-se pensar naquele indivíduo que começou por não ter humor, depois passou a gostar apenas de humor brejeiro (será que estas duas categorias são a mesma?), está actualmente a apreciar bom humor e poderá vir ainda a chegar ao último patamar do humor.
Se um indivíduo está no lusco-fusco da tarde quer dizer que está a caminhar para as trevas. Talvez a amargura da vida o tenha levado a percorrer o sentido inverso ao sentido natural. Poderá até ter sido uma pessoa que tenha já, nos seus momentos aureos, estado no estado mais avançado de Iluminação.
Será que o percurso da vida em relação ao humor é semelhante ao desenrolar do dia em termos de pirâmide? e mesmo que não haja uma relação estrita, será que há propensão para que isso aconteça?

RJT disse...

Eu acho que está a percorrer o caminho em direcção à Luz, mas parou em Alvalade.

(para que o post não seja desprovido de sequismo)

RedScout disse...

A respeito de iluminação, só tenho a dizer isto.

Sofia Bento disse...

Uma miúda distrai-se, passa um dia no mundo real e quando volta tem 300 mil coisas para ler... :) Gostei particularmente desta reflexão e também daquela ideia da gestão autónoma do blog. Vou ter de ler isto outra vez. Mais logo.

Anónimo disse...

Parabéns pelo seu excelente trabalho com o seu blog que só nos enriquece lendo seus textos. Por essa razăo, seu blog está nos "Destaques da Gazeta do Blogueiro" por 24 horas, caso desejar, poderá pegar seu troféu de destaque. Abraços cordiais equipe G.B.

Sofia Bento disse...

É verdade. Estamos aqui: Gazeta do Blogueiro.

Sofia Bento disse...

Estamos lá e com o post do sr. Z@. Que vos tenho dito? Um mestre é sempre um mestre!
:)

RJT disse...

O nosso primeiro (certamente não o último) prémio! Mestre, toca a meter o troféu.