terça-feira, junho 06, 2006

... e a traça, para continuar!

E mais uma. Num consultório.
Doente: Sr. Doutor, eu julgo que sou uma traça. É isso, eu penso mesmo que sou uma traça!
Médico: Certo, mas... eu sou dentista, e não psicólogo ou psiquiatra. Não o posso ajudar, pelo menos nesse assunto. Mas diga-me lá, o que veio cá fazer? Porque é que aqui veio?
Doente: Bem, eu ía a passar, e como vi a luz acesa, entrei!

1 comentário:

pensamento disse...

Este blog é uma tara. Adorei. Parabéns