segunda-feira, outubro 25, 2004

Opá, tipo...

Caros amigos e companheiros da ressequidão humorística:

Venho, por meio desta versão virtual do portão da igreja de Wittenberg, pregar luteranamente o meu protesto. Perdoem-me esta exposição quase visceral das minhas angústias, mas é preferível libertar aqui um grito mudo que será certamente ignorado por todos voçês, do que transcubiculamente infrigir as regras de silêncio desta empresa, ironicamente no dia em que irei receber a compensação salarial pela minha fastiosa escravidão operária:

- GRRAAAA!!!! EU QUERO SABER FAZER PIADAS!!!

Posso dizer, sem abusar do eufemismo, que fiquei na mesma.

2 comentários:

SpamSpam disse...

Mas porky, tu és uma verdadeira piada ambulante.... E bipede, nada daquelas coisas de 4 patas tipo Aibo.

TRAlves disse...

Vou tomar isso como um elogio.