quinta-feira, outubro 21, 2004

Era uma pizza se faz favor...

Numa loja da baixa qualquer, por exemplo, uma sapataria:
- Olhe, queria uma pizza se faz favor.
- Pizza? Olhe que isto é uma sapataria, não é uma pizzaria.
- Ah, desculpe. Então queria um sapato com cogumelos e pepperoni.


Coloquei este exemplo no blog para referir uma coisa: a piada seca é mais do que algo que se diz. É um modo de vida.
Esta é uma daquelas piadas que tem de ser experimentada (num dia destes...).
Temos que contrariar esta sociedade que, ao mesmo tempo admira aqueles que com loucura entretêm as massas, reprimem o indivíduo que, no meio do seu fastio diário, liberta a sua angústia de ter nascido em pequenos actos anónimos de destravamento mental.
Quando eu fizer isto estarei apenas a dar ao meu interlocutor uma história para contar. Possivelmente a única interessante em anos e anos de tédio balconista.

1 comentário:

zarroba disse...

Concordo completa e totalmente com o Tiago.
As piadas secas elevadas a um estilo de vida libertam os indivíduos que vivem reprimidos por esta babilónia, não só quem comete este pequenos actos de insanidade, mas também quem os testemunha.
O que nos leva a outra discussão, que sei que o Tiago é um grande especialista, que é as piadas secas enquanto forma de engate...