sexta-feira, maio 26, 2006

Porque o caminho para a salvação não envolve seguramente ir de joelhos até Fátima...

Há piadas. E há secas. Há também piadas secas.

E se piadas há muitas, secas há ainda mais. Piadas secas é que há poucas.

Isto a propósito de quê? De nada.

Inventar piadas secas novas é complicado. Acho até que sem álcool no sangue, mesas onde pousar copos, cadeiras para nos sentarmos e alguém que justifique o plural que encerra o "nos", inventar piadas secas não é possível.

Uma vez que no momento em que escrevo não tenho álcool no sangue nem alguém que justifique o plural que encerra o "nos", o seguinte não é uma piada seca. É uma piada, e já vai com sorte:

- Os Americanos planearam uma missão a Marte e na sonda respectiva puseram um gravador em loop contínuo a emitir uma mensagem destinada aos locais. Qual era a mensagem?

R: "Povo de Marte: somos Americanos e viemos para vos salvar dos opressores."

3 comentários:

Pinguim disse...

Porque me encorajaram no post anterior e porque este post até fala sobre isso, deixo aqui a seca da minha autoria. ( Desculpem qualquer coisita)

Onde é que empregados de limpeza sao formados?
-WASHington

Sofia Bento disse...

Hmmm... então deve ser daí que vem o epíteto de "brigada assassina"...
Se numa sala estiver uma extensão tripla com uma das tomadas a ser usada por um bastidor ou servidor, e as outras duas livres, é certo e sabido que para ligar a máquina da cera ou o aspirador é necessário, às senhoras da limpeza (aka brigada assassina) desligar a única que está a ser usada...
Muito bem!

TRAlves disse...

Em Marte não há petróleo... Acho que os marcianos podem estar descansados.

ahh... a Marcia do DEI...

Obrigado pela piada, sr. Pinguim. Eu pensava que as empregadas de limpeza vinham todas da europa de leste.

Já agora, queria fazer-lhe uma pergunta:
Não acha que para um super-vilão, procurado pela polícia e homens em collans, tem um fato que dá muito nas vistas?